sexta-feira, 2 de janeiro de 2015

Monte Castelo - Eduardo Almeida Reis

Considerando que não tinha visto um alemão nem de longe, desceu antes da tropa, mas foi descoberto e saudado como principal destruidor dos exércitos de Hitler


Eduardo Almeida Reis
Estado de Minas: 02/01/2015




A comemoração dos 70 anos da Batalha de Monte Castelo, na Itália, quando os pracinhas brasileiros enfrentaram exércitos alemães, me lembra história contada pelo Pinheirinho, colega de trabalho num banco do Rio, excelente patrício, dono de um Buick verde, que me dava carona para Copacabana. Viajou para a Itália como segundo-tenente da FEB, teve apendicite supurada no navio, foi internado num hospital norte-americano e só teve alta depois que a guerra terminou.

Voltou fardado no navio que trouxe os heróis aguardados por “milhões” de patriotas no porto do Rio de Janeiro. Envergonhado de desembarcar com os combatentes, considerando que não tinha visto um alemão nem de longe, desceu antes da tropa e procurou sair escondido da multidão, mas foi descoberto e saudado como principal destruidor dos exércitos de Hitler.

Cautela
O turfe inglês tem o ditado “compre o craque, não o irmão do craque” circulando nos hipódromos há séculos, quando os turfistas constataram que o cavalo pode ser irmão inteiro (de pai e mãe) de um craque, criado no mesmo haras, sem que seja um craque. Fenômeno genético facílimo de explicar. Vejo na Wikipédia que o termo genética foi aplicado pela primeira vez em abril de 1908 para descrever a fisiologia da hereditariedade e da variação pelo cientista William Bateson numa carta que escreveu a Adam Sedgewick.

No turfe brasileiro, tivemos o caso do craque Goyo, vendido quando potro a um banqueiro pela família Paula Machado. O animal era reservado para correr com a farda do Haras São José & Expedictus, mas o banqueiro insistiu e a família Paula Machado concordou com a venda, porque tinha no haras um irmão inteiro do potro. Resultado: Goyo foi um craque e seu irmão inteiro nunca venceu uma corrida.

O Brasil vem-se especializando no indiciamento de irmãos de craques na política – atividade que não significa virtude, mas capacidade de ocupar altos cargos públicos. Ministros, por exemplo, são auxiliares diretos dos supremos mandatários das nações. Ministro de Estado é o cidadão escolhido e nomeado pelo presidente da República para chefiar um ministério. Recentemente, vimos três irmãos de ministros caçados por malfeitos pela Polícia Federal.

Todo animal é o resultado de seu patrimônio genético e do ambiente em que foi criado. Vacas holandesas de inmejorable pedigree, criadas na meseta mexicana, mal produziam dois litros de leite por dia. Explicação: ambiente desfavorável. Se a genética faz que o irmão do craque não seja necessariamente um craque, o ambiente pode produzir irmandades que, salvo melhor juízo, devem ser evitadas.

O mundo é uma bola


2 de janeiro de 533: Mercúrio é proclamado papa. Como seu nome evocava um deus pagão, passou a chamar-se João II. Foi o 56º papa e pontificou durante dois anos, sendo sucedido por Agapito I. Esqueci-me de dizer que, no dia 2 de janeiro de 366, os alamanos cruzaram o Rio Reno e invadiram o Império Romano. Alamanos eram povo germânico ocidental, o povo de todos os homens como diziam os romanos, mas eles preferiam chamar-se de suábios.

Em 1492, a Queda de Granada marcou a Reconquista em que os Reis Católicos recuperaram todas as terras que os mouros ocupavam na Península Ibérica. Em 1920, nasceu Isaac Asimov, escritor e bioquímico russo naturalizado americano, um dos maiores QIs de que se tem notícia.

 Ruminanças


“Inteligência é a faculdade de conhecer, compreender e aprender, faculdade que todos nós pensamos ter mais que os outros” (R. Manso Neto). 

Nenhum comentário:

Postar um comentário